4.7.11

NO 1º DIA DA NOVA ÉPOCA...

...há caras novas:

1. Rodriguez

2. Andre Carillo

3. Ricky van Wolfswinkel

4. Oguchi Onyewu

5. Sebastian Árias

6. Stijn Schaars

7. Fabian Rinaudo

8. Sá Pinto

FB

27.3.11

PARA MAIS TARDE RECORDAR

Durante a campanha foram avançados como reforços da candidatura de Godinho Lopes:

1. Hugo Almeida

2. Garay

3. Alex Silva

4. Rodriguez

5. Wendt

6. Zahavi

7. Bobo

8. Djô

FB

ELEIÇÕES 2011

1) Indicações de resultados antes do tempo, mas reconhecidos por elementos das listas (Rogério Alves);


2) Estranheza na evolução da contagem dos votos;


3) Comportamentos errados por parte de sócios e claques (invasão da zona de contagem deo votos para além de agressões e violência);


4) Palavras que levantam dúvidas (referência do Pres. da AG a "afinações" na contagem dos votos);


Criam incertezas sobre a normalidade e legalidade do processo eleitoral e mancham um momento que se queria de afirmação na estratégia a seguir para os próximos tempos.


Um episódio que em nada honra o ser Sporting.

FB

PAULO FUTRE: CANTERA, CHINA, "NÃO VOU MUDAR A MINHA VIDA PARA SER 3º" & ISTO É FUTEBOL



FB

PAULO FUTRE: CATEDRÁTICO EM FUTEBOL

FB

O PROJECTO DO SPORTING by PAULO FUTRE

FB

18.8.08

SPORTING 2 PORTO 0 - A 1ª JÁ CÁ CANTA!

Primeio troféu da época já mora em Alvalade. Pela primeira vez na história conquistamos a supertaça em dois anos consecutivos. O FC Porto foi novamente a vítima. 2-0 o resultado.

Desde cedo que se percebeu que a nossa equipa era a que mais lutava e procurava ganhar. Com uma exibição particularmente homogénea, enalteço fundamentalmente a condição fisíca. Excelente, principalmente tendo em conta que estamos a meio de Agosto. Quem sabe, este ano talvez possamos conseguir ombrear fisicamente com os gigantes da Champions após os primeiros 50/55 minutos...

Jogámos da seguinte forma:
Rui Patrício (8) - Tremideira completa quando tem de jogar com os pés. Intranquilo na primeira metade, abre a segunda com uma grande defesa, que lhe deu a confiança necessária para a melhor exibição de sempre no Sporting. O ponto alto, está claro, foi a defesa do pénalti.
Abel (7) - Anulou Rodriguez quando este lhe apereceu pela frente, dobrou os colegas e foi grande ajuda no ataque. Demontra, neste início de época, o excelente pulmão a que nos tem habituado.
Tonel (7) - Ao seu nível. Limpou quase tudo o que havia para limpar. Um grande líder.
Polga (6) - Escorregou e quase permitiu o golo do Porto ao isolar Lucho na direita. Nesse lance, valeu o seu companheiro de centro de defesa. Partiu depois para uma exibição bastante tranquila.
Caneira (5) - Cometeu o pénalti num lance um pouco casual, mas evitável. De resto, regular a defender e muito pouco atacante.
João Moutinho (6) - Algo apagado, mas muitíssimo trabalhador. Apareceu a por «ordem na casa», quando já ganhávamos por 2-0.
Rochemback (7) - Parecia o dos primeiros tempos em Alvalade. Grande exibição. Procurará talvez uma melhor forma física. Pela negativa, a feíssima carga a Lucho.
Izmailov (7) - Cada vez mais adaptado. Incansável. Mostra que é um enorme lutador e que defende como muito poucos. Fundaental no 2-0. Óptimo «reforço» para Paulo Bento.
Romagnoli (6) -Embora com alguma sorte, acaba por fazer a assistência para o 1-0. De resto, o habitual futebol rendilhado e pouco objectivo e genial.
Derlei (7) - Parece que tem 20 anos por tudo o que corre e por tudo o que luta. Paulo Bento terá dores de cabeça ainda maiores quando tiver Liedson ao seu dispor.
Djaló (8) - Decisivo. O melhor em campo. Além dos dois golos fundamentais, acabou por atirar uma bola à barra, que lhe daria um hattrick histórico. Ganhou muitas segundas bolas e foi um quebra cabeças pela sua velocidade e mobilidade. Pena ter desperdiçado uma oportunidade de bandeja a abrir a 2ª parte.
Postiga - Não teve grandes oportunidades de brilhar. Nota-se que é um lutador.
Veloso - Entrou com o jogo «controlado». Mostrou a habitual vontade de pegar na bola a meio campo e ser ele a decidir o início dos processos ofensivos.
Pereirinha - Uma entrada nos descontos para poder dizer que jogou.

1.7.08

....

Carlos Martins . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Finalmente os lampiões vão ter alguém no plantel que eu gostaria de ver no SPORTING!

FB

2.6.08

REFORÇOS

Rochemback
Postiga

PS: preferia o Pauleta!

FB

24.5.08

ALGUNS OBJECTIVOS PARA 2008/09

Carlos Martins
Silvestre Varela
Pedro Pauleta
Hugo Viana
Marco Caneira

FB

15.1.08

MUNDIAL

Estava a arrumar umas papeladas no meu quarto, quando deparo com umas páginas arrancadas de uma «MUNDIAL», uma belíssima revista desportiva, vendida durante um curto período, no final da década de 90.


Nessas páginas, duas entrevistas relativamente grandes, a Simão Sabrosa e Iordanov, corria o ano de 1999. Li-as na integra e destaco duas declarações, uma de cada jogador:


Mundial: Trocaria o Sporting pelo Benfica ou pelo Porto?
Simão: Nem pensar! Tudo o que sou, devo-o ao Sporting. Em Portugal, só encaro a possibilidade de actuar neste clube.
(agora já posso deitar estas páginas fora)


Mundial: Se Vale e Azevedo lhe oferecesse um contrato fabuloso, aceitava?
Iordanov: Nunca! Nem que fosse por uma fortuna!
Mundial: E Pinto da Costa?
Iordanov: Nunca! Não quero outro clube que não seja o Sporting! Não há preço que pague a gratidão que tenho para com o clube e o carinho que sinto para com o que o clube representa. Vou terminar a carreira no Sporting, e a única coisa que desejo é ter um jogo de despedida com muitas pessoas a assistir, para lhes agradecer a forma como sempre me apoiaram.


Duas curiosidades. Deixo as apreciações para a zona dos comentários...


BG

13.1.08

2ª VOLTA FAVORÁVEL

O jogo de hoje, em Coimbra com a Académica local, pode e deve constituir um ponto de retorno no nosso futebol. Após esta partida, temos todas as condições para embalar numa segunda volta, o que poderá tranquilizar muito o nosso balneário.

Pela frente a Académica. Estou a pensar em todas as possíveis deslocações e não me lembro de nenhuma que me pareça tão agradável... Não é que eu ache que a Briosa pratica o pior futebol da 1ª divisão, apenas costuma ser uma deslocação que quase sempre traz grandes proveitos à nossa equipa. Igualmente, é uma equipa à qual Liedson costuma marcar (10 golos, até hoje). É a que mais sofreu com a pontaria do Levezinho. Nas últimas seis deslocações a Coimbra, saimos sempre vitoriosos.

Após este jogo, receberemos um Porto em grande forma. No entanto, os resultados nestes jogos são sempre imprevísiveis. Uma vitória poderia relançar-nos fundamentalmente os indices de confiança. Seguem-se cinco jogos onde constam duas deslocações a locais próximos, onde poderemos contar com o apoio dos nossos adeptos e uma recepção ao Benfica. Não nos podemos esquecer que teremos de superar este adversário, para entrarmos novamente directos na Liga dos Campeões...

Pelo meio de tudo as eliminatórias da Uefa e Taça de Portugal, bem como os jogos da Taça da Liga.

Após este ciclo, teremos dois jogos em casa seguidos, o que é sempre positivo e, muito importante em caso de aflição e decisão na última jornada, terminamos o campeonato em casa. Destaco as deslocações ao Guimarães «europeu» e ao «aflito» Paços de Ferreira como as mais difíceis, pois acredito que já perdemos e empatámos as vezes suficientes com o Setúbal, durante este ano. A ida ao Restelo poderá coincidir com uma fase boa da nossa equipa (oxalá assim aconteça).

Para começar, uma vitória hoje. Depois logo se verá.
BG

9.1.08

ESTOU TRISTE...

No passado Domingo, estava eu a passar o olho pelos canais de televisão, quando me chega a imagem de Rui Santos, no programa tempo extra. Parei por alguns segundos. Falava do Sporting e ouvi-o então dizer que o nosso clube está a perder a Identidade Sportinguista. Não pude deixar de concordar. Depois disse que com Dias da Cunha tinhamos essa identidade, mas com Soares Franco já não. Como o homem já estava na fase do disparate, (depois de uma coisa acertada, começa com uma alucinação a dizer o máximo de asneiras possível) voltei a mudar de canal. No entanto, fez-me pensar.

O Sporting de hoje em dia pouco tem a ver com os ideais dos nossos fundadores. Eles próprios eram desportistas ecléticos e completos. Hoje em dia vive-se, e mal, quase exclusivamente para o futebol.

Que tipo de clube cresce a fazer exaltações aos feitos de Joaquim Agostinho, grande animador, apenas com a sua presença (nem era grande especialista) da pista do velhinho José Alvalade, mas acaba com essa mesma pista? Que é feito do clube que evoca repetidamente os títulos e recordes de Carlos Lopes, Fernando Mamede, dos gêmeos Castro, Obikwelu, Rui Silva, etc. e de tudo o que Moniz Pereira já deu ao nosso clube, quando se resolve construir um novo estádio sem pista, mas com um enorme fosso à volta, o que faz com que as bancadas fiquem praticamente à mesma distância do que aconteceria caso existisse uma pista? Onde pára o Sporting que apregoa ao mundo o seu sem número de títulos (maior do mundo, depois do Barcelona) em todas as modalidades, mas que em vez de construir um pavilhão, nos terrenos do antigo estádio, ou até uma nave por debaixo do novo José Alvalade, resolve fazer um parque de estacionamento subterrâneo só porque tem um centro comercial integrado nessa obra prima? Pior que tudo... O que é feito das modalidades do Sporting? É triste ver o hóquei em patins ser comentado por todos para exaltar a grandeza do clube, existir um grupo com vontade de prosseguir com a equipa, vê-los a vender rifas e tudo o mais e a direcção gastar milhões a contratar jogadores de futebol oriundos de países longínquos, de qualidade mais que duvidosa, não ajudando financeiramente, deixando morrer o projecto destes sportinguistas. O basquet, o vólei? E as que existem jogam em campos alugados. Não temos casa própria... É isso que é perder a identidade.

Como é possível que se permita a um bando se selvagens, como são muitos dos membros das claques, serem a imagem do nosso clube, o símbolo do apoio de todos? O que dizem os dirigentes quando esses mesmos adeptos incansáveis ficaram com todos os bilhetes da final da taça, só por atropelarem pessoas que estavam na bicha há mais de 24 horas? E quando o nosso capitão vai entregar a camisola à bancada, num gesto simbólico, e esta é devolvida por duas vezes para dentro do campo?

E, falando agora de futebol... Como se quer restituir o Sportinguismo à antiga, se jogadores formados desde os 8 anos pelo clube são emprestados, para verem depois os lugares vagos do plantel sénior ocupados por jogadores sem qualquer tipo de prova prestada? De há 10 anos para cá, tirando Liedson e Acosta, que outras contratações resultaram na frente de ataque? É por tudo isto que o sonho de qualquer miúdo das escolas é jogar um dia no Manchester como o Ronaldo e o Nani, no Barcelona como o Quaresma, ou no Real Madrid como o Figo, em vez de ser chegar à equipa principal do Sporting, honrar a camisola verde e branca e bater todas estas equipas, nem que seja por uma vez...

BG

3.1.08

QUESTÃO PERTINENTE

Sendo que o forte do futebol do SPORTING são os escalões de formação porque é que não passamos a ver ao vivo os jogos destes e insistimos em ver a equipa profissional?
Lanço aqui o movimento "Equipas de formação no José Alvalade e futebol profissional na Academia"!
FB

24.11.07

MEMÓRIAS: UM PRESIDENTE "À ANTIGA"

Sousa Cintra: o antes, durante e depois do SPORTING - Bolonha (quartos de final da Taça UEFA 1990/91)

21.11.07

DESPIQUE

Abdul-Hayye Yartey, irmão da promessa africana, garantiu, inclusive, a Record: “O SPORTNG fez uma propostas, mas o slb ofereceu o dobro, pelo que os dirigentes do All Blacks preferiram aceitar a oferta dos encarnados.”
O futuro das escolas do slb passa por estar atento às potenciais aquisições do SPORTING, chegar lá e oferecer o dobro!
FB

19.11.07

OLHA OUTRO...

"Se necessário morro em campo pelo Sporting"

Frase de Vukcevic, em entrevista ao jornal Sporting. Alguém que fale com ele lhe explique que morre mais depressa se der uns sprintzinhos quando é hora de defender sff...

BG

7.11.07

SPORTING 4 - NAVAL 1

Começam a faltar adjectivos para qualificar as exibições de Liedson... Num jogo em que mostrámos o que de pior tem a nossa equipa: Purovic é um zero à esquerda e Stjokovic é o pior guarda redes que me lembro no Sporting (atenção que o Costinha enquadra-se no meu tempo) e continuamos a falhar penaltis uns atrás dos outros, nada que explique explique melhor o jogo do que a capa de A BOLA no dia seguinte: «ELE E MAIS DEZ»!

A exibição é excepcional. Jogou e fez jogar. Ganhou dois penaltis e ofereceu o golo a Vukcevic. Quanto ao golo, é sublime! O momento mais alto de inspiração do campeonato até ao momento. Talvez o mais bonito de leão ao peito!
BG

AS VOLTAS QUE O FUTEBOL DÁ...

Acabo de ver na RTP Memória o resumo da 8ª jornada da época de 1992/93. Um dos jogos foi o importante derby minhoto, opondo o Vitória de Guimarães ao Braga, que terminou com o resultado final de uma bola a zero, favorável aos da cidade berço.

A curiosidade é que o golo foi construido por Paulo Bento que conseguiu ganhar a linha e cruzar, para a entrada fulgurante de Pedro (gostava de saber porque passou a ser Barbosa quando se mudou para Alvalade), que bateu inapelavelmente Rui Correia. Do nosso ex-capitão, a realização mostrou alguns magníficos pormenores que tão bem caracterizavam o seu futebol, referindo que foi o melhor homem em campo.

Quem diria, na altura, que passaria praticamente o resto da sua carreira no Sporting, jogando durante alguns anos com Paulo Bento, e que hoje em dia estariam os dois sentados no banco do Sporting. Deu para sentir a nostalgia de outros tempos...

PS: Já agora, por curiosidade, empatámos nessa jornada a zero no Bessa. Resultado muitíssimo lisongeiro, dadas as inúmeras ocasiões dos boavisteiros.

BG

2.11.07

OBRIGADO LEVEZINHO

É, sem sombra de dúvida, o melhor avançado em Portugal. Já leva 98 golos, estando à beira dos 100 de leão ao peito. Tudo isto desde Setembro de 2003. Este feito coloca-o em 16º nos artilheiros de sempre do Sporting:

Peyroteo (529 golos)
Manuel Fernandes (255)
Vasques (221)
Soeiro (204)
Jordão (187)
Mourão (170)
João Martins (166)
Jesus Correia (156)
Albano (153)
João Cruz (149)
Figueiredo (147)
Lourenço (145)
Yazalde (126)
Pireza (123)
Travaços (122)
Liedson (98)

Atenda-se às épocas em que estas jogadores conseguiram os golos e facilmente se vê que o brasileiro já tem um lugar assegurado como um dos melhores de sempre. Todos agradecemos e esperamos que continue a resolver!
BG

1.11.07

TAÇA DA LIGA: BRILHANTE

Acho que não há muito mais a dizer desta eliminatória da Taça da Liga do que brilhante. Se não, vejamos:
1ª mão
Local: Estádio do Restelo (o relvado do Estádio José Alvalade não estava pronto)
SPORTING:
Tiago, Abel, Tonel, Gladstone (Romagnoli, 45 m), Marian Had, Carlos Paredes, Farnerud (Miguel Veloso, 45 m), Celsinho (João Moutinho, 45 m), Izmailov, Purovic e Liedson
Suplentes não utilizados: Rui Patrício, Ronny, Yannick e Paulo Renato
Disciplina: Cartão amarelo a Purovic (14 m), Romagnoli (77 m)
Golos: Liedson (51 m)
Fátima: Pedro Duarte, Duarte, Jorge Teixeira, João Fonseca, Ricardo Jorge (Falardo, 64 m), Miguel Xavier, Marco Airosa (Bispo, 68 m), Cícero (Carlos Saleiro, 79 m), Verissimo, Joel e Marinho
Treinador: Rui Vitória
Suplentes não utilizados: Nuno Ribeiro, Edu Castigo, Moreira e Samuel
Disciplina: Nada a assinalar
Golos: Cícero (14 m, gp) e Falardo (82 m)
2ª mão
Fátima: Pedro Duarte, Marco Airosa, Jorge Teixeira (Moreira, 89 m), Veríssimo, Duarte Machado, João Fonseca, Cícero, Falardo, Joel (Ricardo Jorge, 86 m), Marinho e Carlos Saleiro.
Suplentes não utilizados: Nuno Ribeiro, Edu Castigo, Miguel Xavier, Moreira e Bispo.
Disciplina: Cartão amarelo a Joel (54 m) e Marco Airosa (76 m).
Golos: Carlos Saleiro (15 m), Falardo (49 m).
SPORTING: Stojkovic, Abel, Tonel, Polga, Ronny (Pereirinha, 50 m), Miguel Veloso, João Moutinho, Romagnoli, Vukcevic (Izmailov, 63 m), Yannick Djaló (Purovic, 50 m) e Liedson.
Suplentes não utilizados: Tiago, Marian Had, Paredes e Gladstone.
Disciplina: Cartão amarelo a João Moutinho (64 m), Purovic (66 m) e Miguel Veloso (79 m).
Golos: Liedson (35 m e 83 m) e Purovic (63 m).
Como podemos ver nada se pode apontar à maravilhosa prestação da equipa do SPORTING.
Fonte: Site oficial do SPORTING.
PS: todo o post deve ser lido com alguma dose de ironia!
FB

DE REPENTE, TUDO DIFERENTE...

Com a vitória em Fátima que valeu a passagem à fase seguinte da recem criada Taça da Liga, tudo parece atenuado. De repente, dos três maus resultados anteriores, um deles já não é considerado para as contas porque afinal foi corrigido - falo da 1ª mão dos quartos de final desta competição. Como tal acontece, a derrota em Roma é considerada uma coisa normalíssima, porque deixou de poder falar-se de três maus resultados seguidos, sendo apenas o empate na Madeira o resultado menos conseguido.

Tudo parece bem diferente. Mas todos sabemos que assim não acontece. Este resultado é apenas um disfarce para o que realmente se passa. Não conseguimos ser dominadores frente a nenhuma equipa. As nossas alas são autênticos buracos (que diferença para Caneira e Tello), o nosso guarda-redes é fraquinho e mostra problemas de comunicação (felizmente para nós, a boa comunicação também não é o forte do guarda-redes do Fátima), Veloso e Moutinho não podem trabalhar sózinhos no meio campo e lá na frente, não fosse Liedson e eu duvido que marcassemos algum golo...
Que saudades da época passada, dos jogos em que abriamos a marcar. Às vezes era até maçador e aborrecido o nível do nosso futebol a controlar o 1-0 ou o 2-0 madrugadores. Mas nessa altura, havia resultados e não havia sofrimento. Hoje, há muito sofrimento e resultados muito poucos.
BG

29.10.07

FÁTIMA

Carregados de frustração dos três desaires consecutivos, teremos de ir virar uma eliminatória a meio da semana, jogando fora de alvalade. Será o segundo jogo seguido a meio da semana e sabemos que após este, teremos mais campeonato e mais Liga dos Campeões.

É este o ritmo das grandes equipas. Dois jogos por semana, viagens cansativas, jogadores nas selecções a viajarem ainda mais, a lesionarem-se. A grande diferença é que as grandes equipas têm um bom banco a apoiar o 11 habitual, que as torna independentes deste e daquele jogador ou de uma onda de lesões.

Que esta série menos boa sirva para Paulo Bento começar a pensar no que tem de mudar, para nos afirmarmos como favoritos ao titulo no futuro e não apenas como candidatos (atrás do FC Porto), e para nos tornarmos numa equipa temível na Europa. Vem aí nova pausa e se calhar ainda bem que assim é.

Quanto ao jogo de 4ª Feira, espero uma vitória no jogo e na eliminatória. Não sou dos que dizem que esta taça não serve para nada e não interessa a ninguém. Quero ganhá-la.
BG

23.10.07

PERDEMOS BEM

Aconteceu o que se previa: uma derrocada física na 2ª parte e falta de gente de qualidade no banco para substituir os que jogam de início. Respondemos com um golo ao 1-0, mas não conseguimos fazer o mesmo ao 2-1 por falta de forças.
A ausência de Polga fez-se sentir, mas não explica toda a instabilidade defensiva. É urgente ir às compras em Dezembro, tentando descobrir alternativas para os uatro sectores. Mesmo com meia dúzia de tostões, de certeza que o que aí vier é melhorzinho do que o que temos no presente.
BG

ROMA

Começou mal a digressaõ, com o atraso do voo e com a bagagem que não chegava. Cinco horas perdidas e muito cansaço acumulado. Cancelou-se o treino, «mas não será por aí que faremos um jogo diferente», disse Paulo Bento e disse-o muito bem!

O onze utilizado será, ao que tudo indica, o que o treinador tem usado na Champions, com Vukcevic e Djaló a titulares. Olho para o banco e continua a meter-me dó. E se a equipa não funcionar, ou rebentar a partir de dada altura? Izmailov é o único que dá garantias de uma alternativa credível! De contrário, saca-se de um Paredes, um Celsinho, um Purovic para tentar resolver?

Apesar de tudo acreditamos na vitória!

BG - Vamos fazer a vontade ao nosso Fundador!

22.10.07

FAZEM FALTA OS VERDADEIROS LEÕES

«Gostava de ficar no Sporting para sempre e de vir a ser, daqui a uns anos, uma referência para os jovens deste clube».

Estas são palavras de Yannick Djaló, um jogador que não aprecio particularmente, embora reconheça que com a sua juventude e a velocidade que tem, possa vir a transformar-se num jogador de muita utilidade no futuro.

O que importa aqui são as palavras. Não tenho maneira de saber se são ou não verdade, mas fazem falta atitudes destas. Lembro-me que Simão Sabrosa disse o mesmo, mas até prova em contrário, vamos acreditar...

BG

20.10.07

A NÃO REPETIR

Corria a temporada de 1992-1993 quando, ditou o sorteio da Taça de Portugal, Sporting e Fátima se confrontaram em Alvalade nos oitavos de final da prova.

Aconteceu num Domingo chuvoso. O Fátima, vinha a Alvalade tentar fazer a festa e causar uma surpresa, eliminando a melhor equipa nacional da altura. Até marcaram primeiro. No entanto, os Leões, comandados por Bobby Robson responderiam, com dois golos de Cadete e um de Balakov, adiantando-se no marcador e tranquilizando (aparentemente) os adeptos nas bancadas, alcançando um 3-1 esclarecedor. No entanto, a equipa da cidade santa reagiria e faria o 3-2, fazendo tremer o Sporting nos últimos minutos.

Nessa partida, a exibição foi de tal ordem, que sir Bobby Robson obrigou os jogadores a ficarem a treinar no relvado após o final da partida, coisa de que não me lembro de ver em nenhuma outra partida de futebol! Os jogadores também ficaram privados de receberem o prémio de jogo pela direcção.

Esperemos que hoje nos consigamos adiantar na aliminatória, para que possamos viajar tranquilamente ao centro do país!

BG

12.10.07

JUCA, O PRIMEIRO A MARCAR EM ALVALADE

O Sporting está de luto! Morreu uma das suas grandes glórias: Júlio Cernadas Pereira, mais conhecido por Juca. Grande homem e grande sportinguista, participou no primeiro jogo no velhinho José Alvalade e foi dele o primeiro golo nesse palco.

De leão ao peito conquistou o tetra campeonato (1951-1955) e voltaria a ser campeão em 1958 e, como treinador, em 1962 e 1966, ano em que fez dupla com Otto Glória. Participou num total de 178 jogos, tendo marcado por nove vezes de leão ao peito.

Juca foi também internacional por oito vezes e seria nomeado, por três vezes, seleccionador nacional. Foi ele o primeiro a atingir a marca dos 40 jogos à frente da selecção das quinas, marca só suplantada por António Oliveria e Scolari.

Seria bonito ter um minuto de silêncio (em vez do habitual minuto de aplauso e conversa para o lado) no próximo jogo do Sporting.
BG

11.10.07

FIM DE CICLO DIFÍCIL

Com empates na Luz e em casa frente ao Vitória de Setúbal, compensados pela dupla vitória frente ao Guimarães e, principalmente, com o triunfo na Ucrânia, pode dizer-se que o ciclo mais complicado da época até ao momento foi ultrapassado com bastante sucesso.

Espero que esta paragem sirva para melhorar a condição física, para que em Roma não acontça o que aconteceu em casa frente ao Man Utd e aos 50min já não tenhamos pulmão!

BG

3.10.07

GRANDE VITÓRIA

Grande resultado em Kiev. Perante um ambiente que em muito nos favoreceu, conseguimos uma vitória histórica e de extrema utilidade. Em primeiro lugar recuperámos terreno para a Roma (à partida será com esta equipa que poderemos decidir a questão do apauramento) ao mesmo tempo que deixámos o Dínamo enterrado no grupo, pelo que também estamos mais próximos de garantir um lugar da Taça Uefa, o que será muito importante, caso o apuramento falhe. Depois, enchemos os cofres da nossa equipa. Provavelmente os ordenados deste mês serão pagos com este dinheiro, se não na sua totalidade, uma boa parte deles sê-lo-á certamente. Por último, provámos a nós mesmo que temos valor para competir contra estas equipas de maior orçamento e com jogadores com maior porte físico. Se acreditarmos sempre ainda fazemos um brilharete!

O que aconteceu foi totalmente atípico. Não falo apenas do golo de Polga, já evidenciado no último post. Fomos inferiores ao Dínamo em caudal de jogo e tácticamente estivemos longe da perfeição. Houve alturas em que o buraco à frente da defesa era tão grande que os nossos adversários iam rodando a bola à entrada da área à procura dum espaço para rematar, fazendo lembrar uma partida de andebol. Nesse aspecto Miguel Veloso esteve bastante mal. Por outro lado, fomos bastante eficazes. Pese uma ou duas oportunidades de golo falhadas, conseguimos marcar por duas vezes quando o que nos acontece nestes jogos é criarmos inúmeras oportunidades e marcar uma, ou nem sequer marcar. Tivemos claramente a sorte do jogo, coisa que não nos costuma acontecer!

Stjokovic foi um dos heróis. Conseguiu segurar a vantagem com algumas boas defesas. Esteve acima da média, embora menos bem num ou noutro lance, como foi o caso de uma defesa para a frente que permitiu uma recarga perigosa e de uma bola vinda de um canto, já nos descontos, a meia altura e que tenta socar quando está completamente à vontade. Por favor alguém lhe explique que as bolas altas é que têm de ser socadas. Se se soca uma bola baixa é difícil que esta suba. Esta foi parar ao chão e, por sorte, nenhum ucraniano conseguiu fazer a emenda. Continua sem me convencer.

Uma última palavra para o jogo de Moutinho. Finalmente viu-se o jovem capitão a pegar no jogo. Que diferença no jogo de toda a equipa!

BG

2.10.07

FAZER HISTÓRIA...

... ao ganhar um jogo fora para a Liga dos Campeões e ao ver Polga a marcar o primeiro golo oficial! Dois momentos a repetir para transformar a história em rotina.
FB

VAMOS

Estou extremamente confiante nem sei bem porquê. Palpites e fé... Mas olhar para o nosso banco mete dó. Que falta de estofo!

BG

29.9.07

JÁ CONSIGO!

Caro amigo FB,

Já sei assobiar! Não sei bem se foi por ter engolido um apito, mas já sou capaz. A partir de agora já não vou ter de te pedir que assobies ao árbitro, ou que apupes os jogadores que perdem tempo, nem mesmo que vaies os caceteiros mais ordinários que tentam lesionar o Moutinho e o deixam agarrado às costas, ou que tentes desconcentrar a equipa adversária no Casal Vistoso. Por todos esses anos e por todos esses favores, muito obrigado.

Um abraço,

BG

PS: Se por acaso amanhã acordar e já não souber outra vez, considera (evidentemente) este post sem efeito...